segunda-feira, 29 de dezembro de 2014

Da solidão e autoconhecimento

Queria dedicar mais do tempo à solidão. Esquecer do sociável. Eu invejo a solidão em tempos de conexão 24h.

Ser alguém solitário não é a pior coisa do mundo. Muito pelo contrário. Trás certo prazer em poder desfrutar de coisas simples sem a necessidade de expor aquilo a quem queira ver. É introspectivo.

É autoconhecimento.

Ao longo do tempo isso se torna um bem estar consigo mesmo. É estar feliz sem depender da presença física de alguém. Ou, o que é pior, da presença virtual de alguém.

Quem torna sua felicidade externa a si acaba por se destruir no primeiro contato profundo com a solidão. E esse encontro ocorre, mais cedo ou mais tarde, na vida de todos.

quarta-feira, 17 de dezembro de 2014

Da falsa felicidade

Em pleno ardor da juventude, ela achava que tudo podia. Seus amigos estavam  presentes no entorpecimento e na loucura. Não houve espaço para a razão e nem tolerância com quem decepcionou. O objetivo era a fama, a farra e seus prazeres.

Quando o tempo passou, percebeu que tudo era falso e fraco. Aquilo que viveu  não  gerou nada concreto. Aqueles amigos já não se encontram mais ao seu lado, se é que estiveram em algum momento.

Só agora ela percebeu que no fundo sua vida foi vazia. E o tempo não teve misericórdia. Agora já é tarde demais.

terça-feira, 14 de janeiro de 2014

Vazio

Hoje a miséria da vida alheia é a diversão dos nossos olhos, repouso de nossas mentes nas horas vagas e de ócio.

Só o externo é visto.  Ninguém olha para seu interior.  Não há interior.

A essência foi trocada pelo superficial e o mais simples dos prazeres se perdeu.

A vida é vivida em função de outros. A própria felicidade também é externa.

Não sei porque ainda me surpreendo com o vazio.

quarta-feira, 24 de outubro de 2012

Inferno

Você não vê o quão ridículo é
O sacrifício da tua vida
Para agradar o meio em que estás
E se iludir com o que há ao seu redor?
Não estamos na novela
Isso não é um shopping center
Isso aqui é o Inferno.
Você não o percebe
Mas de ti ele se alimenta.

sexta-feira, 19 de outubro de 2012

Vida

Poça de lama, sangue e suor
Conforme a vontade de deus
Eu não quero essa imposição
Eu não quero isso pra mim
A única coisa que surge é o ódio da vida
Conforme a vontade de deus

segunda-feira, 8 de outubro de 2012

Vermes

Nós todos somos vermes
Vis, impúdicos, podres
Alguns de nós não conseguem enxergar
Que são da mesma espécie
Bem vestidos, repletos de nojo
Habitando os lugares mais limpos
Mas ainda assim
São vermes sujos e porcos.

quarta-feira, 4 de julho de 2012

Antimatéria

Eu sou oposto
Eu destruo tudo aquilo que eu toco.